Sexta-feira
14 de Dezembro de 2018 - 
Criminal, Militar, Administrativo, Condominial e Trabalhista
Conheça nossos serviços de Compliance Corporativo
Atuação nos Estados do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Distrito Federal

Últimas notícias

Comitê Gestor do TJRN realiza 1ª Reunião de Análise da Estratégia no ano de 2018

O Comitê Gestor do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte esteve reunido, na tarde desta terça-feira (13), para a realização da 1ª Reunião de Análise da Estratégia (RAE) no ano de 2018. No encontro, a secretária de Gestão Estratégica do TJ, Karine Symonir, apresentou os resultados dos 29 indicadores do Planejamento Estratégico, os quais foram definidos pela Resolução nº 4/2015-TJRN. A secretária de Gestão Estratégica explicou que foi feito um levantamento do ano passado e avaliado como se deu o cumprimento de cada um desses indicadores, que abrangem as áreas administrativas e judiciais. Para Karine Symonir, boa parte dos indicadores apresentaram resultados positivos diante das ações que foram realizadas em 2017, em relação à taxa processual. “Foi uma reunião informativa e deliberativa, como todos os propósitos alcançados em termos de apresentar os indicadores, como eles estavam, o que é necessário para que haja melhora do desempenho, bem como para definir regras para indicadores que não tinham sido definidos”, avaliou. Deliberações Durante a reunião, foram expostas três importantes deliberações: uma em relação ao Indicador 11, que trata de Taxa de Congestionamento de Ações que Tratam de Improbidade Administrativa e Crimes Contra a Administração Pública; outra em relação ao Indicador 12, que trata de Julgamento de Ações de Improbidade Administrativa e Crimes Contra a Administração Pública. A secretária explica que essas duas metas, estabelecidas no Planejamento de 2015, não haviam sido medidas. Entretanto, foi definido um norte de qual alvo se quer alcançar. “Foi estabelecido que ao final de 2018 espera-se que o Tribunal tenha uma Taxa de Congestionamento nas Ações de Improbidade Administrativa de 85%, assim como foi definido para as outras”, esclareceu. A terceira deliberação, de acordo com Symonir, foi em relação ao assento para representante dos servidores, representante dos magistrados e representante do Núcleo de Governança Estratégica, que é hoje, segundo apontou, um Núcleo que interage diretamente com a Presidência, mas está vinculado à Secretaria de Gestão Estratégica e à Secretaria de Informática. Na avaliação da secretária da SGE, o comitê recebeu as deliberações muito bem, com a totalidade dos votos dos seus membros favoráveis. Ou seja, todos votaram positivamente, favoráveis às mudanças propostas. Ela lembrou que a reunião desta terça-feira serviu para que fosse apresentado o fechamento de 2017, já que as reuniões ocorrem a cada quatro meses. A próxima RAE está programada para acontecer no próximo mês de maio. Participaram da reunião o presidente do Tribunal de Justiça e também presidente do Comitê Gestor, desembargador Expedito Ferreira; a juíza auxiliar da Presidência, Valentina Damasceno; o juiz auxiliar da Corregedoria Geral de Justiça, Undário Andrade; o secretário geral do TJ, Luiz Mariz; o diretor coordenador do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Norte (SindJustiça), Gersonilson Martins; além da equipe de servidores da Secretaria de Gestão Estratégica.
14/03/2018 (00:00)
Visitas no site:  79299
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia